lai

Acesso Rápido

O que você precisa?

Telefones Úteis

Página Inicial Noticias Lista de notícias HM alerta para danos do cigarro à saúde pulmonar
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
HM alerta para danos do cigarro à saúde pulmonar
Sex, 24 de Maio de 2019 11:38

 

banner dia mundial tabaco HM maio2019 intra 001

 

Nesta segunda-feira (27), de 8h às 12h, o Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes promoverá um evento com o intuito de conscientizar a população sobre os riscos e os danos do cigarro à saúde pulmonar. O evento em alusão ao Dia Mundial Sem Tabaco, celebrado anualmente em 31 de maio, acontecerá no Bosque dos Eucaliptos, na entrada do hospital e será aberto ao público.

 

A equipe do Programa de Controle do Tabagismo lembrará os danos que a exposição ao cigarro causam aos pulmões. Além disso, uma roda de conversa discutirá mitos e verdades sobre as formas alternativas ao tabagismo tradicional.

 

Durante o evento também haverá a entrega dos certificados dos pacientes que estão há um ano sem fumar, bingo da saúde. Para encerrar, está previsto muito arrasta pé, com quadrilha da fumaça, composta por pacientes.

 

Saúde Pulmonar

 

O tabagismo é responsável por mais de dois terços dos casos de câncer de pulmão, mundialmente. A exposição passiva ao tabaco, em casa ou no ambiente de trabalho, também pode causar várias doenças. A coordenadora do Programa de Combate ao Tabagismo do HM, Penha Uchôa, explica que 50 doenças sistêmicas estão atreladas ao uso do cigarro, as do trato respiratório são as mais comuns.

 

“No momento que o indivíduo inala a fumaça do cigarro, o primeiro órgão afetado é o pulmão e consequentemente todo o sistema respiratório. Por isso, as doenças mais comuns entre os fumantes são a doença obstrutiva crônica (DPOC), a bronquite crônica, os enfisemas pulmonares e o câncer de pulmão, que é a doença que mais mata, no Brasil e no mundo”, ressalta a pneumologista.

 

Tratamento

 

Uma vez por semana, às terças-feiras, no período da tarde, Luiz Henrique Gonçalves, de 53 anos, participa das reuniões do Programa de Controle ao Tabagismo do Hospital de Messejana. Fumante desde os 16 anos, ele está na luta para largar o vício que já fazia parte da sua rotina.



banner paciente tabagismo HM maio2019 001 intra

 

“Eu fumava uma carteira de cigarros por dia, mas decidi parar e, graças a minha força de vontade e ao grupo, hoje completo 25 dias sem fumar. São os primeiros dias da maior mudança da minha vida”, comemora.

 

Ele decidiu largar o cigarro após ficar internado com problemas pulmonares, mas sozinho achou mais difícil e acabou desistindo. Luiz Henrique conta que teve uma segunda chance e resolveu agarrá-la. “Em novembro eu fui internado com dores no peito, precisei fazer uma angioplastia e coloquei dois stents para desobstruir as artérias. O médico disse que o cigarro era a principal causa. Eu então resolvi optar pela minha saúde e parar de fumar. Fui encaminhado ao programa de tabagismo, estou participando das reuniões e tenho me esforçado diariamente para conseguir”, ressalta.

 

Já a aposentada Fátima Magalhães, 60 anos, conta que passou a se incomodar com o hábito, após o neto de sete anos reclamar do cigarro. “Um dia ele perguntou assim: Vovó, quando a senhora vai largar o cigarro? Eu não gosto desse cheiro!”.Bastou o neto falar, pra ela pensar duas vezes antes de acender o próximo cigarro.



banner paciente tabagismo HM maio2019 002 intra

 

A dependência química e o costume de fazer atividades simples do dia a dia com o cigarro na boca dificultaram o processo. Fátima então resolveu procurar ajuda no HM. Acompanhada pelo Programa de Controle do Tabagismo, ela está há quase três meses sem fumar. “Eu só percebi o mau cheiro do cigarro quando eu parei. Fumei durante 47 anos e não sentia o cheiro, agora me incomoda muito. Não é fácil, tem dias que eu acho que não vou conseguir. Mas eu lembro do meu neto, lembro das reuniões e arrumo forças,” conta.

Histórias de superação como as de Henrique e Fátima são compartilhadas em todas as reuniões do Programa de Controle do Tabagismo do HM, que há quase 20 anos já orientou e acompanhou mais de três mil pessoas na luta contra o vício pelo cigarro.

 

O sucesso terapêutico do tratamento é elevado, com taxa de abstinência tabágica em torno de 48%. Os pacientes são atendidos por uma equipe multiprofissional que realiza um tratamento padrão, baseado na abordagem cognitivo-comportamental e terapia medicamentosa.

 

Treinamento

 

Dentro da programação alusiva ao Dia Mundial Sem Tabaco, o Hospital de Messejana, também promoverá nos dias 28 e 29 de maio, um treinamento para os profissionais da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Fortaleza.

 

A formação tem por objetivo ampliar o acesso dos usuários ao Tratamento Intensivo dos Fumantes nos postos de saúde de Fortaleza. O serviço, que posteriormente será ofertado nos postos, segue as diretrizes do Programa Nacional de Controle do Tabagismo.




banner dia mundial tabaco HM maio2019 intra 002


Assessoria de Comunicação do Hospital de Messejana 
Jessica Fortes
(85) 3101.4092

 

 

 

 

Serviços

Agenda - Setembro 2019

Do Se Te Qu Qu Se Sa
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 1 2 3 4 5

Hospital de Messejana - Dr. Carlos Alberto Studart - Avenida Frei Cirilo, 3480 - Messejana - CEP - 60.846-190 Fortaleza/Ce

Fone: (85) 3101-4075 Fax: (85) 3101-4078

© 2009 - Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados